domingo, 15 de março de 2015

Insomnia Capitulo IV

As dolls ficaram bastante inquietas com esta chegada,
mas ainda assim providenciaram-lhe o beneficio da duvida.
A rainha, conhecida por Bloody Queen, deu as boas vindas ao
desconhecido visitante e mostrou-lhe a ilha inteira.


Os campos mais verdejantes que ele alguma vez vira, os translúcidos lagos, as infindáveis  plantações de árvores de fruto junto das casas de vários seres únicos e mágicos, produto da mente de um sonhador.
O amor é um assunto complicado, e o sorriso dele bem como o seu jeito gentil acertaram em cheio no coração da rainha.
Sendo que já foi magoada, e chegou a  acreditar que nunca mais sentiria algo que valesse a pena, esta era sem dúvida uma oportunidade que não poderia deixar passar.
Os dias foram passando, e eles agora partilhavam a ilha, a rainha foi-se apaixonando mais e mais pelo seu rei, entregando-lhe a coroa para que ele se sentasse a seu lado no trono.

                                                 "Forever is a long time
                                                  the one you would take a bullet for
                                                  capable of the ugliest crime
                                                  You've been here before

                                                  Treason hurts as hell
                                                  'cause it's led by someone
                                                  you thought you knew too well
                                                  but he's not the one

                                                  The blade pierces the small heart
                                                  it bleeds out
                                                  it's torn apart,
                                                  The echo of the horrifying shout
                                                  The silence, the fall
                                                  Getting up after we crawl"


Sem comentários:

Enviar um comentário