terça-feira, 25 de agosto de 2015

Infiltrada

Pareces tão inteligente
mas ainda não me conseguiste
explicar
Porque decidiste ficar
Põe-te a andar
Há quem saiba fazer
e há quem saiba mandar
E hoje já não temos mais tempo
é tudo o que te posso ensinar

É caso para dizer ele avisou
que ia desiludir
que poderia até nem conseguir
Pediu, suplicou, implorou
Caiu por terra tudo o que edificou
tentas de novo uma e outra vez
A questão é que sou diferente
de todos vocês
Tento a realidade por um bocado
Sento-me ao vosso lado
Mas sinto que me infiltrei
desde que cheguei
não, não me identifiquei

Prevejo um longo caminho
pela frente
Mas não é por isso que se
desiste minha gente !

Por vezes dão aso a boatos
deturpam factos
cedem a pactos
com o próprio diabo
discursam sobre o pecado
pregando uma honesta solução
a chave para a salvação
Nada temas, existe uma absolvição
Jogamos pelo seguro
nada de tiros no escuro
Optemos pela racionalização
perante esta grande confusão
Cessemos toda esta obstinação
Está na altura de colocar um travão
neste pobre coração

Perante a hipótese de refugio
não há como duvidar
Façamos um intervalo, e logo
logo voltaremos a lutar
Chama-se vida, não há como
contrariar
Ainda agora terminou
e já está na hora de recomeçar ...
Contradições
fracas noções
Peculiares ilações
que interpelam as emoções
e sou incapaz de atrair boas
relações
Não são saudáveis, longe
de tal
E hoje em dia dizer que se ama
é tão banal
Longe de original
é vulgar, é comum
de pouco valor ou até
mesmo nenhum
Juras lealdade
com tamanha facilidade
fica difícil de acreditar
que é verdade ...

MKS

I DO NOT OWN ANY RIGHTS OVER DISNEY CHARACTERS 


Sem comentários:

Enviar um comentário